Arquitetura Emocional

0
523

Por Arq. Marcelo Guedes

Nesta edição vou falar sobre como a arquitetura pode proporcionar uma vida melhor por meio da Arquitetura Emocional: emoções e sentimentos.

Passamos por muitos momentos em nossas vidas como a ansiedade de realizar algo, a apreensão diante das mudanças, a confiança em acreditar no amanhã, o nosso desejo de dias melhores e muitas outras situações.

Em meio a tudo isso, a Arquitetura Emocional tem um significado muito importante.

Muitas vezes não percebemos, mas cada ambiente nos provoca um sentimento. Sim, isso mesmo. Existem ambientes que precisamos evidenciar a funcionalidade sensorial dos espaços e frisar que o fundamental em um ambiente é a clareza de propósito no qual ele se constitui e o que nos faz “emocionar”.

Temos uma busca pela felicidade em nossas casas, pois isso sem dúvida faz com que a gente viva bem melhor. Afinal, se você não for feliz dentro de casa, onde será?

É obvio que felicidade é muito pessoal. Mas não importa o que a felicidade signifique para você, ela sempre envolverá suas emoções e seus sentidos.

Então qual sentimento você tem quando está na sua casa? O que te deixa feliz e o que te atrapalha? Qual emoção você busca, qual perfume te traz a sensação de leveza e frescor? O que te faz bem onde você vive? O que te incomoda? Qual cor te traz aquela sensação gostosa e qual te deixa triste? Ambientes com lembranças de viagens te torna feliz e da aquela sensação de querer voltar? E a natureza como você fica imaginando as plantas? Qual seu ambiente ideal e qual cheiro te traz saudades da infância ou de um local específico?

Tudo isso nos causa um bem-estar e gera reflexão, pois, fala com todos nossos sentidos, mas principalmente traz uma grande felicidade. Isso é provocado por um conjunto de emoções.

A arquitetura emocional busca pelo sentimento, na emoção e no elo de todas as emoções humanas no lugar em que vivemos, é uma arquitetura que resgata a memória afetiva seja através de texturas, de um mobiliário, através das cores e dos objetos. Tudo o que nos traz uma memória agradável e que nos leva a sensações de bem-estar nos direciona para a emoção.

Pense nisso, procure os melhores sentimento na sua casa.

E viva a arquitetura!

Um abraço a todos e até a próxima.

Marcelo Guedes é Arquiteto e Urbanista formado pela Universidade Braz Cubas de Mogi das Cruzes. Foi presidente da AEASJC – Associação de Engenheiros e Arquitetos de SJCampos e diretor do IAP (Instituto de Aprimoramento Profissional) da Aconvap – Associação das Construtoras do Vale do Paraíba e foi professor da Unip.

Também integra o projeto Caminhos da Arquitetura e já fez parte da Câmara Técnica do CAU – Conselho de Arquitetura e Urbanismo e Gerente do Crea/SP.

Atualmente é Professor Universitário da Universidade Anhanguera e do Senac.

Trabalha com Projetos de Arquitetura e Projeto de Interiores, especializado em Luminotecnica e Planejamento e Gerenciamento de Projetos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here