Baile de formatura tira o sono dos moradores do Urbanova

3
8357

O incomodo começou na noite de sexta (27). A primeira noite de baile fez com que recebêssemos em nossa redação inúmeras reclamações por conta do alto volume do som das atrações musicais da festa. É em uma estrutura chamada “Palácio de Cristal” que acontecem os bailes de formatura das universidades Univap, Unip e Anhanguera. A estrutura de lona é montada no Campus Urbanova da Univap sob a responsabilidade da empresa de eventos Celebra.
A segunda noite de festa, realizada na noite de sábado (28) incomodou ainda mais e o som alcançou um número maior de condomínios. A comunidade se mobilizou nas redes sociais e pediu providências. “Eu acho SERIAMENTE que a prefeitura deveria EXIGIR HOJE que o palco seja montado invertido. NAO DEVE EXISTIR autorização de outras festas até isto ser feito. Independente de ser terceirizado algumas regras estabelecidas pela própria prefeitura DEVERIAM EXISTIR. Essa da direção do palco seria uma delas. Em países civilizados existem tais regras pois o respeito ao sono e qualidade de vida lá e levado a sério” disse André van de Schepop.
A polícia informa que recebeu diversas ligações no 190 e, ao chegar ao local, verificou os alvarás que autorizavam a realização do evento. Também houveram muitas reclamações na central da prefeitura, 156.
“Telefonei de madrugada para a Univap, fui atendido pelo guarda que informou que havia solicitado para a empresa abaixar o som, mas ela não atendeu ao pedido. O barulho iniciou as 23h e cessou às 7h”, relatou o morador João Henrique Lima Amaral.
Cristina S. diz ter usado o aplicativo Decibéis X para estimar o volume do som, no condomínio Altos da Serra VI. A medição feita durante 6 minutos apontou 55,8 de intensidade. Em zonas residenciais o limite de ruído permitido é de 45 decibéis das 22h às 7h.

Vídeo gravado na madrugada de 29 de abril

O morador Thiago Bastos também ouviu o barulho, mas entende que é preciso mais tolerância. “Acho que o volume do som poderia ser ajustado, mas temos que entender que formatura e casamentos sempre vão existir aqui! Se nossos filhos casarem, vamos aceitar, se alguém se formar ali vamos prestigiar e comemorar esses momentos especiais”.

A Celebra emitiu uma nota sobre o assunto:

Vimos informar que devido as reclamações de som durante os eventos realizados neste final de semana, a empresa Celebra Formaturas, que realiza festas de formatura nas dependências do Campus Urbanova, verificou que uma das bandas contratadas excedeu o volume previamente estabelecido, fugindo do padrão de som e desencadeando um desconforto nos moradores da região.

A Celebra informou, também, que está trabalhando para evitar que este tipo de problema venha a ocorrer novamente e, para isso, foi contratada uma equipe especializada em acústica que fará as mudanças e vedações necessárias no espaço, bem como medições e acompanhamentos durante a realização dos eventos.

Finalmente, a Celebra Formaturas agradeceu as sinalizações feitas e garantiu que não medirá esforços para resolver este problema. Informou, por fim, que está em contato com os moradores da região estudando outras formas de evitar que este tipo de situação volte a acontecer.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Que bom que relataram, realmente incomoda muita gente que fica sem dormir, não sou contra as festas e acredito que a maioria também não seja, só precisa ser ajustado para que o barulho não chegue tão alto nos condomínios, fora da lei inclusive. No passado foram tomadas providências após inúmeras reclamações, mas passa um tempo e voltam a fazer festas sem se preocuparem com as leis e os moradores. Concordo que cabe a Prefeitura estipular regras que fique bom para todos!

  2. Concordo!!
    Essas festas acontecem de vez em quando, se fossem nossos filhos ou um de nós nos formando estaríamos lá nos divertindo.
    Temos que ser justos também, uma vez ou outra dormir com um som porque tem pessoas felizes celebrando sua conquista, acho que não mata ninguém… Parabéns para os formandos!! jovens se preocupando com o futuro e se transformando nos profissionais que vão nos atender um dia… Pior seria se o barulho fosse de jovens desocupados, usando drogas, tirando racha na rua… Pelo menos o barulho é por um bom motivo! Vamos deixar que se divirtam e aproveitem esse momento único!
    Moradora do Altos da Serra VI

  3. Estive no local hoje e vi o tamanho da infraestrutura. Infelizmente não é possível simplesmente inverter o palco como eu havia pensado inicialmente. Por outro lado um planejamento acústico mínimo já mostraria a necessidade de ser ter a tenda montada invertida, com o palco de costas para a área residencial e com uma barreira acústica reflexiva atrás do palco.
    Uma análise deste tipo feita antes da montagem da tenda já ajudaria muito na resolução do problema. A UNIVAP poderia ajudar estabelecendo este tipo de regra. Seria inclusive ao meu ver, um bom exercício para alunos do Curso de Arquitetura.
    Quanto a intensidade sonora tivemos picos de até 82dB medidos em dois aplicativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here