Casa e Construção – A arte de decorar – Julho de 2012

0
781
A arte de decorar – Design de Interiores                                               
Por Ana Paula Cardoso e Marily Moreira, arquitetas
Edição 03 – Julho de 2012
Decorar é a arte de juntar técnica e beleza para a composição de ambientes internos.
O papel do designer, além de criar e organizar espaços combinando os diversos elementos de um ambiente, concilia conforto, praticidade e beleza, adequando o projeto às necessidades, ao gosto e à disponibilidade financeira, do cliente. O designer administra o projeto de interiores, estabelece cronogramas, fixa prazos, define orçamentos e coordena o trabalho de marceneiros, pintores e eletricistas.
Alguns itens devem nortear o trabalho do designer, como por exemplo, um bom briefing com o cliente para saber das necessidades, costumes e atividades dos futuros habitantes. Assim é possivel harmonizar essas informações  e otimizar o uso do espaço.
O projeto de lay out define a ocupação e a circulação, com itens dimensionados adequadamente para cada caso.
A iluminação é um capítulo importantíssimo no projeto de interiores e pode ajudar ou atrapalhar totalmente. Pode-se definir vários cenários para diferentes momentos e formas de uso. Há no mercado diversos tipos de lâmpadas e luminárias, cada uma delas provocando uma sensação diferente valorizando móveis, quadros, ou simplesmente, tranquilizando o ambiente para ler um livro ou saborear bom vinho.
 A definição dos elementos decorativos, como sofás, tapetes, cortinas, etc,  devem harmonizar as cores que podem influenciar psicologicamente os usuários. Um estudo de “Esquemas de Cores” auxilia na definição da coordenação de todos os elementos do ambiente. O profissional tem de estar atualizado com as tendências para, com bom senso, adequar o projeto ao gosto do cliente.
As indústrias lançam, diariamente, inúmeros produtos de revestimento para pisos e paredes. Cada um deles tem uma especificação para cada ambiente a ser instalado. Porcelanatos que imitam elementos naturais como couro ou madeira trazem a sensação de aconchego, apesar de serem conhecidos como “pisos frios”. Há também o piso de madeira produzido com tecnologia para que não seja necessário tratamento após a instalação, além de ser fácil de colocar e não requer manutenção com anos de garantia contra riscos.
Mas, lembre-se! Somente um arquiteto com especialização em interiores pode fazer alterações de paredes, aumentando ou diminuindo o espaço de um ambiente! Somente um arquiteto pode se responsabilizar tecnicamente por esta intervenção.
Serviço:
Arq. Marily Moreira / Arq. Ana Paula Cardoso
End.: Rua Augusto Edson Ehke, 40 sala 02 – Jd Apolo (Em frente à Igreja Sagrada Família)
Fone: (12) 3303.5051

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here