Clonagem do WhatsApp: Não caia nesse golpe!

0
1283

Os casos de clonagem de contas de WhatsApp estão cada vez mais comuns e, as estratégias utilizadas pelos criminosos mudam a todo momento.

O golpe consiste em clonar um número de WhatsApp com a finalidade de pedir dinheiro para amigos e parentes. Inicialmente, para fazer a invasão, os bandidos contavam com a ajuda de funcionários das operadoras de celular, que transferiam o número para outro chip, o que permitia o acesso o aplicativo de mensagens. Agora novas formas estão sendo utilizadas como o envio de links ou SMS (mensagens de texto). “Quando você anuncia algo em sites de vendas, o falsário te manda uma mensagem pelo WhatsApp, bem escrita e com caráter oficial, como se fosse do site que você anunciou, com a mensagem, que por motivos de segurança, será enviado um código de 6 dígitos por SMS, e pede para você digitá-lo como resposta para a mensagem de WhatsApp. Com este código de 6 dígitos, ele consegue configurar a sua conta WhatsApp no aparelho de celular dele, e começa mandar mensagens para os seus contatos insultando, contando mentiras e, principalmente, pedindo dinheiro emprestado. O código de 6 dígitos que você recebe por SMS teve sua geração solicitada pelo falsário, na instalação do seu WhatsApp, através do seu número de celular, no aparelho dele. Dessa forma, o golpista finaliza a instalação de seu WhatsApp no aparelho dele”, relatou uma das vítimas.

Grupos de WhatsApp também podem ser alvos do golpe! Existem relatos de mensagens sendo enviadas em grupos de WhastApp com links, informando que o grupo será desativado e outro formado. Como informamos no início da reportagem, as estratégias mudam, mas a vítima sempre é levada a clicar em um link ou digitar códigos.

Os usuários do aplicativo devem desconfiar de mensagens com o teor de empréstimo de dinheiro. O diretor da Célula de Inteligência Cibernética, delegado Julius Bernardo, orienta que essa desconfiança seja frequente em conversas virtuais que envolvam dinheiro — vale ressaltar que você dificilmente vai desconfiar de cara que o WhatsApp de uma pessoa próxima tenha sido clonado. “Mesmo que pareça totalmente seguro, é necessário conferir por ligação telefônica ou outros meios se a mensagem recebida realmente foi enviada pelo amigo, cliente, familiar ou chefe.”

Mais de 5 mil casos já foram registrados pela Polícia. Ao ser clonado, o WhatsApp fica inativo no celular da vítima, por isso é necessário entrar em contato imediato com a operadora e recomendado registrar Boletim de Ocorrências.

Como se precaver

O aplicativo WhatsApp disponibiliza a todos usuários a verificação em duas etapas, com um código pessoal, que pode ser ativado para aumentar a segurança.  Com a proteção ativada, caso você (ou um golpista) ative seu WhatsApp em outro celular, precisará, além do SMS de verificação (que poderia ser interceptado ou desviado para outro chip), uma senha de 6 dígitos que só você possui.

Para ativar essa verificação, acesse o menu do seu aplicativo/ configurações/ conta/ verificação em duas etapas / ativar. Em seguida, será necessário adicionar um código pessoal com seis dígitos (criado por você) e depois digitá-lo novamente para confirmar. Toque em “Avançar” em cada etapa.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here