Criatividade pode deixar mais leve o período de quarentena

0
310

Por Alessandra Daldin

Chegou a hora. Crianças e pais em casa, em uma forçada quarentena sem prazo para acabar. Ninguém sai, passeios devem ser fortemente evitados, sob o risco de contrair a doença ou levar a quem não tem as defesas necessárias. É uma luta do bem (todos nós) contra o mal (a doença) em uma escala nunca antes imaginada.

Sobram dúvidas sobre esse período, faltam opções do que fazer para passar os dias com as crianças sem que tenham contato com outros familiares, amigos, vizinhos. Como mãe de filho único, sei que a criatividade tem que ser multiplicada. Por isso, preparei uma lista do que podemos fazer em casa, e vão ajudar a tornar esses dias menos desafiadores.

1- Não abandonar a rotina de estudo. Se possível acordar e fazer as refeições nos horários a que estava acostumado. Rever ou antecipar tarefas escolares é uma boa opção. Isso facilita o retorno ao ritmo de aulas que só agora estava começando a se estabelecer.

2- Sejam pequenos ou já adolescentes, todos conseguem realizar algo na cozinha. Preservando a segurança, a diversão é sempre garantida. Os filhos devem ajudar e não apenas ficar olhando. Para os pequenos eles podem colocar ingredientes, misturar, escolher a travessa onde vai ser colocado. Os grandinhos já podem fazer sozinhos.

3- Com a ajuda dos filhos, separar fotos (que geralmente ficam armazenadas em drives virtuais) para serem reveladas em breve. A tecnologia facilitou o registro dos melhores momentos, mas eles ficam mais bonitos ainda se estiverem à mão, para quando quiserem reviver aniversários, passeios, apresentações. E cada foto vai servir para contar uma história!

4- Sabe aqueles livros com figuras para colorir que ficaram esquecidos após um tempo de auge nas livrarias? Hora de retomar todos eles e finalizar o trabalho em família!

5- Camping sob a mesa? Quem nunca? As crianças são capazes de passar horas fazendo acampamentos dentro de casa. Puxe a cortina sobre um sofá, ou jogue vários lençóis cobrindo a mesa de jantar até o chão. Se possível jogue várias almoçadas, deixe livros de atividades ou brinquedos e um lanchinho. Pronto para a imaginação rolar solta.

6- Já pensou em ensinar a fazer bolinha de sabão usando talos de mamona? Essa é uma lembrança bastante afetiva para muitos pais que não viveram sua infância com potinhos industrializados. Misture detergente com água, mergulhe o talo e pronto. As bolas ficarão incríveis. Vizinhos podem fazer competição. Cada um na sua janela, sacada, quintal!

7- Dançar? Existem muitos vídeos na internet (youtube) prontos para estimular a dança em casa. Procure por just dance, zumba, etc

8- E que tal usar os conceitos dos jogos para uma rotina em casa? Use de pontos, emblemas, recompensas, para estimular bons comportamentos. Quarto e brinquedos arrumados, livros concluídos, ajuda com o Pet, higiene em dia… Importante que a recompensa seja algo imediato. Não vale prometer para o fim da quarentena, ok?

9- E por falar em Pet, quem tem esse amigo em casa pode aproveitar a oportunidade para ensinar alguns truques. Existem vídeos na internet que auxiliam nos primeiros treinamentos.

10- Outra boa alternativa é não deixar de entrar em contato virtual com os amigos. Realize chamadas gratuitas de vídeo e deixe o bate papo correr solto.

O que é importante nesse momento, é nos resguardar, sabendo que esse período pode se estender além do que pensamos. A família é nosso bem maior e nada melhor do que viver esse momento usando da criatividade, conexão e paciência. Fiquem bem!

Alessandra Daldin realiza consultoria e ministra treinamentos sobre jogos de tabuleiro para educação e desenvolvimento humano. Co-autora do livro Inteligência Emocional na Prática. É bacharel e licenciada em Economia Doméstica, tem pós-graduação em EAD e MBA em Gestão de Pessoas. Mestre em Engenharia de Produção. É idealizadora do programa Mais que Jogos, onde une sua experiência de 15 anos como professora à sua formação de Teen Coach, Coach Vocacional e Coach Escolar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here