Desafios para o Segundo Semestre

0
553

Por Maurício Tomé

No início de um novo semestre, inevitavelmente realizamos um balanço do que 2017 trouxe como desafio a um empreendedor brasileiro.

Continuamos a sofrer com a falta de credibilidade dos nossos governantes e as perspectivas se mantém inalteradas.

No entanto, as pautas das reformas, mesmo com sobressaltos, encaminham um futuro melhor ao ambiente empreendedor.

O comportamento da inflação também indica uma estabilização, apesar dos agentes econômicos estarem atentos a situações sobre segurança jurídica, e mantém assim um comportamento conservador para investimentos.

O que resta ao empreendedor?

Se o empreendedor esperar que o ambiente externo melhore, dificilmente fará novas iniciativas, claro que o perfil pessoal do empreendedor será determinante, como também o perfil do seu empreendimento. No entanto, em tempos de crise os bons empreendedores identificam oportunidades.

Claro que passamos o momento mais desafiador da história do Brasil, mas o segundo semestre será daqueles que ousarem e criarem alternativas para ganhar espaço para seus empreendimentos.

Portanto, ouse. Faça acontecer! Somente a iniciativa faz a roda da economia girar.

Maurício Roberto Tomé: Administrador de Empresas, especialista em Marketing e Negócios do Varejo de Bens e Consumo, mestrando em Gestão de Negócios pela FIA. É consultor de varejo, empreendedor, professor universitário e palestrante. Dirige a franquia de treinamentos e desenvolvimento de líderes “Master Mind“. Foi Gestor de Varejo por 26 anos, com experiência internacional. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here