Ensino híbrido é aposta do Colégio Mater Dei para a Educação Infantil e Ensino Fundamental

0
126
urbanova
Imagem: ilustração

Colégio investe na combinação do contato com a natureza e com a adoção de recursos tecnológicos para preparar seus alunos para o futuro

Um ambiente amplo, com muita área verde e presença de diversos animais, como galinhas, jabutis, macaquinhos e pavões. Pode parecer uma chácara, mas é neste espaço em que o contato com a natureza acontece naturalmente e crianças desde a Educação Infantil consolidam os aprendizados formais transmitidos em sala de aula. Aos poucos, já nos primeiros anos do Fundamental I, num contraponto que pode parecer um paradoxo, as salas de aula são equipadas com ferramentas tecnológicas que incluem tablets, computadores, óculos de realidade virtual e espelhamento de mapas e de imagens. Essa combinação poderosa entre o contato com a natureza e a integração de tecnologia transformam os mecanismos de ensino-aprendizagem de forma inovadora a fim de preparar as crianças para as profissões do futuro.

Um grande diferencial do Mater Dei em São José dos Campos é o uso de sala Google, o colégio é a primeira escola a receber o título de Escola Referência Google. No local os alunos têm contato com óculos de realidade virtual, espelhamento de mapas e imagens e acesso a conteúdos multimídia em tempo real, fazendo com que o aprendizado e a interação aconteça de maneira inovadora e muito mais atrativa às crianças.

Com a incorporação de recursos tecnológicos que permitem personalização da experiência do aluno e o uso de dados de aprendizagem, aliados a metodologias pedagógicas inovadoras, o Mater Dei desenvolveu uma nova forma de educar. Um exemplo foi a adoção da multiplataforma do ​Geekie One ​ para os alunos do Ensino Fundamental, de 6º a 9º ano.

Diversos estudos já apontam que aprender a “linguagem da tela” e das “tecnologias da interrupção” é tão importante quanto a alfabetização relacionada à leitura e à escrita. Neste  contexto, sem a adoção de ferramentas e plataformas de educação digitais torna-se impossível preparar os cidadãos do futuro e promover a cidadania digital. “O mundo atual  exige que as crianças se envolvam com o universo digital, compreendendo sua natureza intrincada e conectada. Sem isso é impossível preparar os jovens para o futuro para a vida prática e profissional que se descortinará para eles em poucos anos. Este é o momento para que eles desenvolvam habilidades e competências técnicas que serão exigidas deles em um intervalo de tempo muito curto”, avalia a diretora do Mater Dei em São José dos Campos Alessandra Prata.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here