A época das festas de fim de ano é recorde em abandono de animais

0
1677

Por Dione Nègre

As festas de final de ano estão chegando. O Natal, época considerada de maior união, compreensão, engajamento social, tolerância e amor –  período quando muitas crianças pedem ao Papai Noel um bichinho de estimação. Infelizmente, para os animais, é a temporada mais triste do ano, de maior índice de abandono de animais no Brasil.

Os números oficiais não mentem: a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que atualmente são mais de 30 milhões de animais abandonados no Brasil, entre 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos. Em cidade de grande porte, como São José dos Campos, um cachorro é abandonado para cada cinco habitantes da cidade. A Associação Brasileira da Indústria de Produtores Para Animais de Estimação (ABINPET), informa que são 4 milhões de animais abandonados no Brasil durante as festas de final de ano.

A maioria dos cães e gatos que já tiveram uma casa, foram abandonados justamente pelos seus donos, seus tutores – aqueles que deveriam protege-los e ama-los incondicionalmente. São pessoas que veem os animais como meras mercadorias. Adotam por impulso ou por status, por estar na moda, segundo a União Internacional Protetora dos Animais. E como os enxergam como meros acessórios, não sentem culpa ou remorso ao “descarta-los”.

Em um Brasil que se acostumou a conviver com os excluídos da sociedade – crianças, idosos, deficientes metais, e tantos outros, como trabalhar a educação do não abandono ao animal de estimação? Portanto, caso você e sua família esteja pensando em adotar um pet, não tome uma decisão precipitada. O abandono de animais no Brasil é crime, segundo a Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) e o decreto 24645/34 (Decreto de Getúlio Vargas).

Apesar de diversas campanhas de conscientização para que os tutores compreendam que o bichinho de estimação é um integrante da família, que não é algo temporário e exige cuidados e comprometimento, o número de abandonos só aumenta. Por isso, antes de decidir é preciso estar plenamente consciente. Porque a realidade que nos cerca hoje é muito triste: os pets são abandonados em parques, pet shops, praças e até mesmo os internam em hospitais veterinários e nunca mais volta para busca-lo. Não faça parte das estatísticas! Adote com consciência.

COMO DENUNCIAR

No âmbito estadual, quem abandona pode ser multado em R$ 3 mil reais através de ação da Polícia Militar, de acordo com a Lei Federal de Crimes Ambientais, no artigo que se refere aos maus-tratos e abuso, com pena de três meses a um ano de detenção (mais multa). Para denunciar, ligue para o 190 da Polícia Militar, telefone diretamente para a Polícia Ambiental (0800-132060) ou entre em contato com o GECAP, do Ministério Público (gecap@mpsp.mp.br).

Se você presenciou um abandono, tenha em mãos máximo possível de evidências para identificar o infrator e provar o ocorrido, como vídeos, fotos e dados da placa do carro, por exemplo. Qualquer pessoa que for testemunha de abandono de animais domésticos deve ir à delegacia mais próxima. A Promotoria de Justiça permite a denúncia anônima.

Não pense duas vezes para resgatar um animal abandonado em terreno baldio ou propriedade particular: você está amparado pelo decreto de lei número 2.848/40, artigo 24, que considera a invasão para salvamento de um animal em perigo uma atitude de necessidade.

FEIRA DE ADOÇÃO DE CÃES NO URBANOVA

No dia 19 de novembro será realizada no Urbanova uma Feira de Adoção de Cães, promovida pelo grupo Digitais do Vale, formado por estudantes do curso de Pós graduação em Comunicação e Marketing Digital da FAAP.

O evento será realizado em parceria com os projetos Anjos de Luz e Bicho Feliz e pretende incentivar a adoção consciente de pets.

A feira será realizada no dia 19 de novembro no Passeio Ciclístico, organizado pela Revista Urbanova e Colégio Futura Geração das 8h30 às 11h30.

Endereço: Rua Benedito Machado Figueiredo, nº 21

Informações: (12) 97402-0740

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here