Não seja o responsável pela crise de sua marca

0
137

Por Alexandre Puppio

Imagine a seguinte situação: sua marca está já há algum tempo no mercado e está se tornando referência pela prestação de serviços na região, além de ter uma base de fãs nos canais sociais que engajam com seu conteúdo. Um produtor entra em contato para gravar uma reportagem e você precisa conceder uma entrevista. Você estaria pronto?

Pensar numa campanha de marketing digital envolve diversos aspectos e que devem ser levados em consideração. Também devemos estar atentos ao comportamento digital dos representantes da marca, sejam eles os donos ou os funcionários, como abordamos na coluna do mês passado. Mas não é só isso.

É preciso que o porta-voz da marca saiba como se portar no caso de uma entrevista ou um pronunciamento, porque dificilmente é possível prever quando uma crise vai atingir o seu negócio – e você não quer ser o causador dela, não é mesmo? Vamos pegar o caso de Brumadinho, município localizado no estado de Minas Gerais, com cerca de 40.000 habitantes.

Em meio à tragédia e forte presença da imprensa, o tenente Pedro Aihara, portavoz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, se destacou de maneira positiva pela qualidade de sua comunicação em seus pronunciamentos – mesmo em casos em que precisou falar de improviso, ao responder às perguntas dos jornalistas.

Além do tenente Aihara, quem também tem se destacado de forma positiva por sua comunicação é o vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, conhecido anteriormente por comentários preconceituosos e por seu linguajar chulo. Quem o acompanha nas redes sociais e em pronunciamentos oficiais pode ver um transformado general, disciplinado e atencioso até com antigos adversários.

Em ambos os casos, o sucesso na comunicação é resultado de um media training, programa de treinamento em que a análise de temas e de cenários é baseada em três fases: introdução, desenvolvimento e conclusão, aplicáveis tanto em entrevistas, quanto em palestras e na comunicação do dia-a-dia.

Agir em situações como essas exige preparo da equipe e do porta-voz, além de um acompanhamento minucioso das menções da marca nos canais on e offline. Você considera sua marca pronta para isso?

Alexandre Puppio é Relações Públicas e tudo mais o que isso implica. É diretor da Puppio RP, agência de comunicação criativa, especializada em produção e gestão de conteúdo em redes sociais voltada para pequenos e médios negócios.

Clique aqui e fale com o autor 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here