Nosso bairro – Cobras – Edição 02

0
1106
Aparecimento de cobras no Urbanova preocupa moradores

Edição 02 – Junho de 2012

PARTICIPE: Conseguimos, junto ao Serpentário da Univap, organizar uma palestra de instrução sobre as serpentes, com orientações sobre captura, manejo e primeiros socorros.
A palestra é aberta ao público e acontecerá no dia 23 de junho, das 13h às 16h, no Campus Urbanova da Univap. Cadastre-se pelo email serpentariocen@univap.br . Telefone (12) 3947-1000, ramal 2009 (Edvana)
Parte teórica: Auditório FEAU (Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo
Parte prática: Serpentário Univap


Cascavel Foto: Gabriela Santos
Não é de hoje que ouvimos histórias sobre o aparecimento de cobras no bairro, porém, pelos relatos dos moradores e Diretores de Condomínios, nota-se que as ocorrências aumentaram em 2012.
A espécie que mais aparece aqui no Urbanova é a Crotalus durissus
terrificus, conhecida como cascavel e Bothorps jararaca – jararaca. — É muito raro encontrar no Urbanova a espécie Micrurus sp que é a cobra coral, diz o biológico e responsável pelo Serpentário da Univap (Universidade do Vale do Paraíba), Dr. José Carlos Cogo.
A orientação, caso você se depare com uma serpente, é nunca matá-la. “Deve-se tentar capturar e trazer para o Serpentário. A portaria central da universidade também recebe as cobras todos os dias da semana, em qualquer horário”, informa Cogo.
Você pode chamar também o Centro de Controle de Zoonoses, Corpo de Bombeiros ou Polícia Ambiental para que eles capturem e levem a serpente para o Serpentário. Até que um desses órgãos chegue ao local, o ideal é manter distância da serpente e isolar a área, apenas acompanhá-la e não deixar que ela fuja ou, colocá-la em uma caixa, tambor ou outro recipiente seguro.
Os condomínios adotam medidas preventivas para evitar que o problema aconteça, porém, nem sempre é possível evitar o aparecimento das cobras. “O que fazemos no Altos da Serra VI é manter os lotes com vegetação baixa e sem lixo”, conta João Batista, Diretor do Altos da Serra VI.
“No Floradas da Serra temos um histórico de cobras, inclusive na garagem de alguns moradores. Em um dos episódios mais recentes, pasmem, a cobra estava em cima do muro do condomínio! Na época em que foi construído o muro de fechamento do condomínio, tomamos o cuidado de colocar telas onde foi possível para evitar a entrada dos animais, mas como temos uma área muito ampla, ainda aparecem algumas de vez em quando… também mantemos o mato dos terrenos vazios aparado e fiscalizamos os construtores para evitar concentração de entulho nas obras, mas isso não tem sido 100% eficaz, conta Ivan Fochi, Presidente da Associação de Moradores do Floradas da Serra.
O biólogo orienta, ainda, que os Condomínios devem informar os moradores sobre a ocorrência de cobras no local.
Em caso de acidentes, é bom saber que o soro não é vendido. Ele só pode ser aplicado em postos de saúde e hospitais. Na região, procure o Hospital Municipal de São José dos Campos (Vila Industrial).

CONTATOS:
Centro de Controle de Zoonoses
Telefones: (12) 3931-2292 / (12) 3934-4923
Atendimento: De segunda à sexta-feira, das 8 às 17h.
Corpo de bombeiros São José dos Campos
Telefone: 193 – Atendimento: 24h
Polícia Ambiental
Telefone: 3921-0987

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here