Caça aos escorpiões

0
1602

Moradora do Urbanova se especializou no Instituto Butantan e realiza palestras gratuitas a população.

 

Em meio a preocupação e carência de serviço especializado, a moradora Ana Lúcia Prada Ratti resolveu se aprofundar nos estudos sobre os escorpiões. “Eu morava em SP e era raro ouvir falar sobre escorpiões. Quinze dias após minha mudança para o Urbanova, minha filha de 13 anos se deparou com um escorpião no quarto dela. No primeiro momento entrei em pânico e só pensava em voltar pra São Paulo. Depois desse momento de susto e trauma, comecei a estudar sobre o assunto e os dados que encontrei foram assustadores: “A proliferação de escorpiões esconde números alarmantes. Um escorpião sozinho (pois ele não tem macho/fêmea, não precisa de par) pode gerar 160 filhotes ao longo de sua vida. Nos últimos 15 anos aumentou em 600% o número de acidentes com escorpiões em todo o Brasil. Há previsão de um aumento de 70% no número de escorpiões nos próximos 2 anos, devido às mudanças climáticas e aumento de produção de lixo.”, relatou Ana Lúcia.

A moradora liderou durante 2 meses um grupo de moradores do residencial Altos da Serra VI que saía as ruas no período noturno para caçar escorpiões. Nesse período, o grupo caçou mais de 80 escorpiões, porém, com a chegada do inverno e compromissos particulares o grupo perdeu força. Foi nesse momento que a Ana Lúcia resolveu abrir uma empresa de caça aos escorpiões. “Com essa empresa, fecho contratos anuais com os condomínios, onde levo minha equipe e faço as rondas ininterruptamente”, explicou Ana Lúcia. Além da caça é necessário que a população se informe e tome algumas medidas simples dentro de casa.

Palestra voluntária

A Scorpion Combat promove para qualquer grupo da sociedade, sem compromisso de contratação, palestras sobre cuidados que evitam o aparecimento de escorpiões em suas casas, como fazer barreiras físicas, lidar em situações de confronto, orientação para crianças etc.

Foi picado?

Lave o local da picada e faça compressa com gelo para evitar que o veneno se espalhe. Em seguida, procure o hospital mais próximo ou ligue 190! Nunca use garrote ou corte ao redor da lesão.

Em São José, o pronto socorro da Vila fica na rua Saigiro Nakamura, 800 – Vila Industrial. Telefone: (12) 3901-3400

Informe-se e agende uma palestra gratuita: www.scorpioncombat.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here