Passeio compartilhado no Urbanova marca o Dia Mundial sem Carro

0
384

Além do passeio, evento teve o lançamento das bicicletas compartilhadas e anúncio da ampliação da malha cicloviária de São José dos Campos.

Cerca de 150 pessoas participaram no último sábado (22) do Passeio Compartilhado no Parque Ribeirão Vermelho, no Urbanova. O evento fez parte da Semana Nacional de Trânsito que termina nessa terça, 25 e marcou o Dia Mundial Sem Carro, uma proposta de experimentar novas formas de transitar pela cidade, deixando o carro na garagem.

O evento contou com rua de lazer para crianças, atividades recreativas, jogos, pintura de rosto, mesa de frutas e água para os participantes e aquecimento para aqueles que iriam participar do passeio.

“Eu não moro no bairro, mas trazer meus filhos é muito importante. Mostrar para eles atividades diferentes, tirar de dentro de casa e da frente da TV vale a pena”, contou Cea Teixeira, que estava com marido e seus filhos aproveitando os jogos oferecidos.

Com duração de 01 hora, os participantes fizeram um trajeto de aproximadamente 3 quilômetros entre as duas portarias do Parque. O encontro foi marcado pela presença de muitos ciclistas, mas o percurso poderia ser feito a pé, de patins ou skate. Para aqueles que não tivessem bicicleta, foram disponibilizados 10 exemplares do novo projeto da prefeitura que estará nas ruas no próximo mês.

O atleta Francisco Manzo estava ao lado de sua equipe prestigiando o evento. “ Incentivar o ciclismo é também forma de ensinar o respeito. Eu falo para os meus filhos, precisamos respeitar os motoristas e assim eles também irão nos respeitar. Tem espaço para todos”.

Bicicletas Compartilhadas

Os participantes conheceram o novo sistema de Bicicletas Compartilhadas da Prefeitura. “É um projeto de lei que apresentamos em 2017 e estamos muito felizes com essa conquista para o município. É mais qualidade de vida para a população o meio ambiente agradece”, contou o vereador Rogério Cyborg.

Por meio de um aplicativo a população terá condições de alugar as bikes pelo valor de R $1.00 por 30 minutos de uso. Por enquanto, apenas uma empresa foi aprovada dentro das normas do decreto municipal, mas outras três empresas manifestaram interesse no serviço.  As 50 primeiras bicicletas deverão estar disponíveis até dia 15 de outubro no centro e na região da Vila Adyana. O diferencial é o formato de dockless, sem estações de estacionamento, o usuário poderá deixar a bicicleta em qualquer local da área de abrangência do sistema.

Um cuidado especial foi com relação às características da bike e a segurança. O secretário de mobilidade Urbana Paulo Guimarães informou que houve uma preocupação na estruturação do aparelho, para que pessoas com diferentes tipos físicos possam utilizá-lo sem dificuldades.  Além disso, explicou que há um sistema de monitoramento via GPS, e que a empresa estará monitorando a localização de cada bicicleta.

Daniela Monteiro Vieira, moradora do Urbanova, afirmou que gostou bastante do passeio. “Acho uma proposta bem interessante para incentivar nossos filhos a participar, fazer esporte ao ar livre, acordar cedo, se movimentar ao invés de ficar em casa assistindo TV, uma coisa diferente. A gente conhece outras pessoas, socializa. Bem legal essa atividade”.

Ciclovias

Houve o anúncio da ampliação da malha cicloviária da cidade. A expectativa é iniciar, ainda este ano, a construção de 3,6 quilômetros de ciclovias para interligar a região oeste, centro e sul por meio da avenida Jorge Zarur.

A conexão vai englobar as ciclovias das avenidas Lineu de Moura até a Via Oeste, passando pelas avenidas Eduardo Cury e Jorge Zarur transpondo o Anel Viário, continuando pela avenida Jorge Zarur até chegar à avenida Benedito Matarazzo, onde fará a ligação com a passarela sobre a via Dutra, próximo ao Shopping ValeSul, conectando à ciclovia da avenida Andrômeda.

No início do ano passado, São José dos Campos contava com 79 quilômetros de ciclovias; atualmente são 96 quilômetros. A previsão é quem 2020, a cidade chegue a 157 quilômetros da malha cicloviária. Nesse próximo pacote de obras, serão construídos 44 quilômetros, nos seguintes locais:

  • Vidoca – 3,6 km
  • São Francisco Xavier – 4,5 km
  • Eixo Astronautas – DCTA – 6 km
  • Nélson D’ávila – 2,7km
  • Bairro ciclável Chácaras Reunidas – 14,63 km
  • Via Cambuí – 8,6 km (em construção)
  • Via Jaguari – 4 km (em licenciamento ambiental)
  • Ponte Maria Peregrina – 0,35 km
  • Passarela Ponte Minas Gerais – 0,38 km

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here