Pesquisa repete resultado da 1ª testagem: 3,1% de contaminados

0
88
Foram aplicados 450 testes rápidos para traçar o mapa estatístico da covid-19 - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

A segunda pesquisa de campo encomendada pela Prefeitura para mapear o grau de contaminação da população de São José dos Campos pela covid-19, realizada na quarta (13) e quinta-feira (14), apontou que 3,1% dos entrevistados tiveram contato com o vírus. É o mesmo resultado da primeira testagem, realizada no mês passado.

A exemplo da primeira pesquisa, foram aplicados 450 testes rápidos para traçar um mapa estatístico da cidade. O trabalho foi feito pelo instituto Indsat, especializado em indicadores de serviços públicos em todo o país. A margem de erro é de 4% para mais ou para menos e confiabilidade de 95%.

A amostra foi realizada de forma eletrônica distribuída por zonas populacionais proporcionalmente ao número de habitantes por região. A equipe da Secretaria de Saúde ofertava nos endereços sorteados a execução do exame para indivíduos assintomáticos.

Por meio da coleta de uma gota de sangue, o teste rápido é capaz de detectar a presença de anticorpos, que são produzidos pelas células de defesa do corpo humano após o contato com o vírus. O resultado fica disponível no intervalo de 15 a 30 minutos após a realização.

Dos 450 testes aplicados, 14 pessoas apresentaram resultado positivo. Considerando 720 mil habitantes, o índice de 3% permite afirmar que São José dos Campos tem cerca de 22 mil pessoas contaminadas pelo novo coronavírus.

Das pessoas entrevistadas, 53% são do sexo feminino e 47% do masculino. A região com maior incidência de casos positivos foi a sul (50%), seguida da leste (36%), sudeste e centro (ambas com 7%).

Emprego e renda

Durante as visitas, os entrevistadores também aplicaram um questionário com perguntas gerais sobre a pandemia.

Dos 450 entrevistados acima de 16 anos, 61,78% declararam morar com alguém do grupo de risco; 95,33% disseram não haver casos suspeitos na residência e 98,8% responderam que não há ou não houve casos confirmados na casa.

Os pesquisadores abordaram também questões relacionadas ao emprego e renda. A maioria (47,3%) disse que não houve diminuição de renda durante a pandemia; 42% responderam que sim; 10,4% declararam ter perdido o emprego e 0,2% não soube responder.

Sobre o enfrentamento da covid-19 em São José dos Campos, 46,2% afirmaram que a doença é grave; 31,3% pouco grave; 17,3% muito grave; 4,2% nada grave e 0,8 não soube responder.

A Prefeitura pretende fazer novos testes para monitorar a pandemia e definir mais ações do município com planejamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here