Prefeitura anuncia Arco da Inovação sobre a rotatória do Colinas

0
2208

Megaempreendimento é a aposta da prefeitura para desafogar o trânsito em um dos principais trechos de congestionamento de São José.

O anúncio do lançamento do edital para as obras do Arco da Inovação foi feito hoje (23) de manhã pelo prefeito Felicio Ramuth. A ponte será construída entre as avenidas São João e Jorge Zarur, no Colinas.

Segundo a prefeitura, a obra será financiada pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). O edital tem valor global de R$ 62,9 milhões. A previsão de entrega é de 14 meses a partir do início da construção.

A abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas na construção do Arco da Inovação será no dia 24 de maio. A assinatura do contrato e emissão da OS (Ordem de Serviço) estão previstas para ocorrer na primeira quinzena de junho. Pelo cronograma, a entrega será em agosto de 2019.

Trânsito: diariamente, 180 mil veículos passam pelo trecho com destino a todas as regiões da cidade. São 13 mil automóveis apenas nos horários de pico. O local também é um importante corredor de transporte público, por onde circulam 18 linhas e 60 mil trabalhadores em 1.246 viagens.

O projeto da ponte estaiada, apresentado pela Prefeitura nesta segunda-feira (23), alinha técnica e estética. O megaempreendimento, solução para a área de mobilidade urbana, desponta também como importante símbolo visual de São José dos Campos.

A Ponte:  O Arco da Inovação foi projetado pelo engenheiro Catão Francisco Ribeiro, considerado o ‘pai das pontes estaiadas’.

Premiado internacionalmente por seus cálculos em curva, também foi o responsável pela ponte Octávio Frias de Oliveira, na cidade de São Paulo.

Em São José, Catão deixa novamente a sua marca. Segundo a prefeitura, o Arco da Inovação será a única ponte do Brasil em arco e curva.

O projeto prevê que, sob a ponte na rotatória do Colinas, sejam construídos dois viadutos (superior e inferior), que servirão de ligação entre as avenidas Jorge Zarur (sentido bairro) e Cassiano Ricardo. Esses acessos ficarão em formato de “x”.

O viaduto inferior terá 267 metros de comprimento e o superior, 349 metros. O mastro central terá 100 metros de altura.

Economia nas licitações

A Prefeitura de São José dos Campos justificou que obteve economia total de R$ 59,2 milhões nos processos de licitação das obras da construção e supervisão do novo sistema viário da Via Cambuí, eixo de integração entre as regiões sudeste e leste; das obras antienchente no Jardim Augusta; e da pavimentação do Jardim Primavera 1A e 1B.

Economia Via Cambuí = R$51 mi (inicial: R$141,4 milhões / contratada: R$90,4 milhões)
Economia Supervisão da Via Cambuí = R$2,4 mi (inicial: R$8,2 milhões / contratada: R$5,8 milhões)
Economia Jardim Augusta = R$4,5 mi (inicial: R$12,8 milhões / contratada: R$8,3 milhões)
Economia Jardim Primavera = R$1,3 mi (inicial: R$ 5,1 milhões / contratada: R$3,8 milhões)
Economia total = R$ 59,2 mi

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here