Prefeitura elabora plano de enfrentamento para o novo coronavírus

0
188
foto: Charles de Moura

A Prefeitura de São José dos Campos reuniu nesta sexta-feira (28) um grupo de profissionais da rede pública de saúde da cidade para apresentar o plano de enfrentamento e contingência para o novo coronavírus (2019-NCOV). No encontro, realizado na sede da Secretaria de Saúde, foi apresentado o modelo que poderá ser colocado em prática para um possível avanço dos casos da doença no município. As orientações servem para a rede pública e privada.

O modelo proposto contempla os três cenários possíveis para o enfrentamento da doença respiratória, sempre levando em conta o número de pessoas acometidas pela doença.

Segundo a médica Tereza Cardoso, chefe da Vigilância Epidemiológica, a categorização por cenários serve para orientar o planejamento de ações e tomada de decisões de maneira rápida e oportuna para instalação de medidas de contenção da doença. Foi formado um grupo com técnicos das vigilâncias epidemiológica e sanitária para resposta rápida a uma possível epidemia.

De acordo com o plano, o monitoramento dos casos será pelo número de fichas de notificação recebidas pela Vigilância Epidemiológica.

O cenário 1 considera que ainda não existe caso suspeito no município. O cenário 2 é aquele no qual há ocorrência de casos confirmados, mas em número suficiente para que a rede de pronto atendimento absorva a demanda. Já o cenário 3 leva em consideração a capacidade operacional dos serviços de saúde, como a possível destinação de uma ala hospitalar para atendimento exclusivo de pacientes com a doença.

Várias são as ações propostas no plano. Entre elas estão a análise dos dados (número de casos suspeitos, faixa etária, local provável de infecção, semana epidemiológica do início dos sintomas e critério de confirmação); disponibilização de orientações sobre prevenção para escolas, empresas, órgãos públicos e privados, unidades básicas de saúde, pronto atendimentos e hospitais, entre outras.

O plano também prevê a realização de busca ativa de casos entre os comunicantes dos casos suspeitos, a notificação em 24 horas de todos os casos suspeitos para o GVE (Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado) e o monitoramento de exame de pacientes suspeitos da doença.

Segundo a Prefeitura, também estão previstas a afixação de cartazes com orientações aos pacientes sobre etiqueta respiratória, disponibilização de álcool gel na recepção das unidades de saúde e campanha de estimulação para a lavagem de mãos tanto para os pacientes como para os funcionários. E está assegurada a disponibilização de máscara cirúrgica ao paciente identificado como suspeito.

Casos suspeitos

No início do mês, São José dos Campos registrou dois casos suspeitos da doença, mas ambos foram oficialmente descartados. Os pacientes atendidos no pronto da atendimento da Unimed e no Hospital Vivalle. Antes mesmo do aparecimento destes dois casos, a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, já havia encaminhado ofício aos serviços de saúde com orientações sobre a doença.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here