Prefeitura inicia trabalho de desobstrução de tubulações na rotatória do Urbanova

0
104
Urbanova

Na tarde desta sexta-feira (26) funcionários da Prefeitura estiveram no Urbanova analisando as causas dos frequentes alagamentos na rotatória de acesso ao Urbanova e condomínio Morada da Serra.

A Secretaria de Manutenção da Cidade informou que fará a substituição de uma tubulação que está parcialmente obstruída por raízes de árvores. “Importante ressaltar que a Secretaria de Manutenção da Cidade tem feito frequente limpeza em bocas de lobo e na tubulação até o Rio Paraíba para evitar o empossamento de água na avenida”, informou a nota.

“As raízes das ficus estão causando danos ao patrimônio público e privado. Aqui no Morada da Serra uma árvore estourou a tubulação de uma residência e causou um prejuízo enorme, entre muitos outros casos. Agora, a Secretaria de Manutenção constatou que estamos com apenas 10% da capacidade de vazão de água pois o restante está obstruído pelas raizes. Estamos com diversos pedidos de remoção dessas árvores e aguardamos uma atitude, pois a Lei 5097/97 em seu parágrafo IV nos garante a supressão da árvore por estar causando destruição e prejuízo ao patrimônio público e privado”, relatou a moradora Residencial Morada da Serra, Mônica Ribeiro.

Os prejuizos foram contabilizados também pelo proprietário da Banca Urbanova, que também fica na rotatória. “Na última chuva tivemos um prejuizo de R$ 3.000,00. Está muito complicado. Precisamos de providências urgente”, desabafou Cristiano.

Ontem (25) o trânsito chegou a ser bloqueado durante cerca de 15 minutos na rotatória pois o volume de água era muito grande.

Queda de árvores: A Secretaria de Manutenção da Cidade registrou na tarde desta sexta-feira (26) 20 ocorrências de quedas de galhos e árvores. Todas provocadas pelo grande volume de chuva registrado neste mês de fevereiro. Até agora foram 395 milímetros de chuva, o dobro do esperado para fevereiro, que era de 191 milímetros.

Entre quinta e sexta-feira foram 55 ocorrências de quedas de árvores e galhos. A maior parte nas regiões Leste e Central.

Na maioria dos casos, as galhadas caíram sobre vias e passeios. Não houve vítimas.

A Secretaria de Manutenção informou que nesta tarde as equipes atenderam aos chamados e retiraram os galhos das vias, para liberar o trânsito. “Importante destacar que nas ocorrências em que os galhos atingem fios da rede de energia, as equipes da concessionária EDP são acionadas para desenergizar a fiação elétrica. Somente depois da fiação elétrica desligada é que se pode retirar galhos e árvores”, explicou a Secretaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here