Semana se encerra com 6 acidentes de trânsito no Urbanova

0
372

Entre os dias 2 e 8 de dezembro foram registrados 6 acidentes de trânsito no Urbanova, sendo 5 na Av. Lineu de Moura e 1 na Av. Shishima Hifumi.

Ao longo da semana noticiamos 5 ocorrências, porém recebemos informações e fotos de mais uma batida na Lineu de Moura, na curva após rotatória do bairro (sentido centro). Esse caso aconteceu na manhã de sexta-feira (6).  O motorista perdeu o controle do carro e bateu em uma árvore.  Ele relatou que não estava correndo e acredita ter perdido o controle por conta de uma poça d´agua pois o dia estava chuvoso.

As publicações sobre os acidentes repercutiram muito, com centenas de comentários. A maior parte atribuindo a responsabilidade dos acidentes à Prefeitura. Falou-se em instalação de mais radares, em implantação de lombadas e redução do limite de velocidade. Vale ressaltar que a Av. Lineu de Moura conta com 2 radares fixos com câmeras.

A Av. Lineu de Moura é dividida em duas partes: uma que vai do Thermas do Vale à rotatória do Jardim do Golfe e outra que vai da rotatória até a ponte. Nesse primeiro trecho, a velocidade é 50 km devido às escolas presentes na via e demanda de travessia de pedestres na rotatória do Jardim do Golfe e Clube Santa Rita. Após a rotatória a velocidade passa a ser 60 km.

Outros internautas apontam os motoristas como únicos responsáveis por tantos acidentes. Excesso de velocidade, falta de atenção, uso do celular ao volante e dirigir embriagado foram algumas das situações apontadas.

Os acidentes também levantaram a discussão sobre o acesso único ao bairro. Sempre que acontece um acidente ou obra, o congestionamento que se forma atrapalha a rotina dos motoristas e oferece riscos em casos de emergências.

A população estimada do Urbanova é de 15 mil pessoas e há um grande fluxo de pessoas que trabalham ou circulam pelo bairro em função dos hospitais, escolas, clubes, comércios e universidade.

No mês de junho, o Prefeito Felício Ramuth esteve no bairro em uma reunião aberta. Em evidência estiveram perguntas sobre o novo acesso, transporte público e perturbação de sossego. A necessidade de uma alternativa de acesso foi apontada por diversos participantes, mas o Prefeito admitiu que não há prazo para execução apesar do projeto estar em estudo. O Secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Guimarães explicou que os estudos se referem a via Noroeste, que ligaria a futura continuação da via norte pelo banhado, seguindo paralelo à Avenida Anchieta, passando pelo entorno do Esplanada do Sol. Está prevista a construção de uma nova travessia sobre o Rio Paraíba, chegando ao condomínio Alphaville, no Urbanova. O custo estimado para essa obra é de 40 milhões. Atualmente existem mais de 20 milhões depositados pelos empreendimentos do Urbanova desde 2009 como contrapartida, que podem ser utilizados somente para essa finalidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here