Trailer/Teaser oficial: Bohemian Rhapsody – Freddie Mercury

0
688

Como o próprio trailer diz: “A única coisa mais extraordinária do que sua música é sua história”.

Acho difícil alguém não ter ouvido falar de Freddie Mercury ou da banda Queen, mesmo após quase 27 anos de sua morte.

Saiu está semana o Trailer/Teaser oficial de Bohemian Rhapsody, filme que conta história do maior cantor que o mundo já viu. Não é exagero, críticos e profissionais do ramo costumam dizer que Freddie Mercury está num patamar inalcançável. Realmente eu não estava sabendo da produção desde filme, mesmo sendo obvio que um dia sairia após o lançamento do livro “Freddie Mercury – A Biografia Definitiva” escrita por Lesley-Ann Jones, mas foi uma surpresa boa.

Assista ao Trailer/Teaser oficial do filme Bohemian Rhapsody: https://www.youtube.com/watch?v=FB98_gqPNdY

Freddie Mercury mudou a indústria de música para sempre, imagina na década de 70 e 80 um cara incluir no rock música lírica entre outras coisas… ele inovou, mas tudo isso fazia parte de seu talento musical e perceptivo.

Esse filme dará a chance para os mais novos poderem conhecer um pouco do que ele representou para o mundo. Assim como todo fenómeno, ele também era polêmico.

Abaixo vou resumir um pouco da história de Farrokh Bulsara, nosso Freddie Mercury.

Freddie Mercury nasceu na Cidade de Pedra, em Zanzibar, na época colônia britânica e hoje pertencente à Tanzânia, na África Oriental. Seus pais, Bomi e Jer Bulsara, eram parsis zoroastrianos de Guzerate, na Índia. Mercury foi educado na St. Peter Boarding School, uma escola inglesa perto de Bombaim, onde deu seus primeiros passos no âmbito da canção, ao ter aulas de piano. Foi na escola que ele começou a ser chamado de “Freddie” e, com o tempo, até os seus pais passaram a chamá-lo assim.

Depois de se formar em sua terra natal, Freddie e sua família mudaram-se em 1964 para a Inglaterra, devido a uma revolução iniciada em Zanzibar. Ele tinha dezoito anos. Lá diplomou-se em design gráfico e artístico na Ealing Art College. Esse conhecimento seria útil depois, quando Freddie projetou o famoso símbolo da banda.

Freddie conheceu na faculdade o baixista Tim Staffell. Tim tinha uma banda na faculdade chamada Smile, que tinha Brian May como guitarrista e Roger Taylor como baterista, e levou Freddie para participar dos ensaios.

Em abril de 1970, Tim deixa o grupo e Freddie acaba ficando como vocalista da banda, que passa a se chamar Queen. Freddie decide colocar Mercury no nome. Ainda em 1970, ele conheceu Mary Austin, sua namorada, com quem viveu por cinco anos. Foi com ela que assumiu ser bissexual. Os dois, mesmo separados, mantiveram forte laço de amizade até o fim de sua vida. De acordo com declaração do cantor e de seus companheiros de banda, Mary inspirou Freddie na música “Love of My Life”.

No visual de Freddie Mercury, há uma mudança que não deixa de ser notada: se, na era Glam dos anos 1970, o cabelo comprido, o delineador preto, as unhas pintadas, os maillots de bailado e o sapato de salto alto eram moda, estes iriam dar lugar a uma postura mais “macho”: cabedal preto, chapéu de polícia, cabelo curto e, meses mais tarde, bigode: essa seria a sua imagem de marca na década de 1980. Nessa época, seus amigos descobriram sua bissexualidade, pois ele passou a levar rapazes e algumas garotas para dormir em seu quarto.

Mercury compôs muitos dos sucessos da banda, como “Bohemian Rhapsody”, “Somebody to Love”, “Killer Queen”, “Love of My Life”, “Crazy Little Thing Called Love” e “We Are the Champions” – hinos eloquentes e de estruturação extraordinária, particulares e sempiternos. Suas exibições ao vivo eram lendárias. A facilidade com que Freddie dominava as multidões e os seus improvisos vocais, envolvendo o público no show, tornaram as suas turnês um enorme sucesso na década de 1970, enchendo estádios de todo o mundo nos anos 80.

Freddie faleceu na noite de 24 de novembro de 1991, deixando uma enorme tristeza em todo o mundo. Seu corpo foi cremado e suas cinzas foram espalhadas na margem do lago Genebra na Suíça.

Com certeza tudo isso veremos em seu filme. O lançamento está previsto para o dia 2 de Novembro de 2018.

Saudações Geeks, Gamers e Nerds da região. Eu sou Bruno Costa do canal Geek Gamer GG (youtube.com/GeekGamerGG), eu trabalho e moro no Urbanova. Em parceria com a Revista Urbanova, tenho o prazer de trazer informações e notícias de Jogos, Filmes, Seriados, Livros, Viagens, Esportes, um possível Apocalipse Zumbi ou até mesmo uma Guerra Interestelar envolvendo nosso planeta e muito mais, todos os sábados as 10h aqui no site www.revistaurbanova.com.b

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here