Vacinação de idosos contra a Influenza terá ‘drive-tru’ em 3 locais

0
588
Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Com o objetivo de manter os idosos o menor tempo possível nas Unidades Básicas de Saúde, a Prefeitura de São José dos Campos irá realizar a partir de segunda-feira (23) um “drive-tru” de vacinação contra a influenza em três pontos da cidade.

Os “drives” serão disponibilizados no estacionamento do Cefe (Av. Olivo Gomes, 250 – Santana), na UBS do Centro 1 (Rua Coronel José Monteiro, 407, Centro) e UBS Centro 2 (Avenida Tívoli,195, Vila Betânia), das 8h às 17h.

Os idosos que se dirigirem a esses locais serão vacinados dentro do carro, pelos agentes da Secretaria de Saúde. Todos os pontos irão contar com orientações de agentes da mobilidade urbana.

Além dos pontos com “drive-tru”, a vacinação contra a influenza estará disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde das 8h às 17h.

Os idosos também poderão receber a vacina de forma descentralizada nas quatro Casas do Idoso, que ficam nas regiões centro (Rua Euclides Miragaia, 508, Centro), leste (Rua Cidade de Washington, 164, Vista Verde), norte (Rua Carlos Belmiro dos Santos, 99, Santana) e sul (Avenida Andrômeda, 2601, Bosque dos Eucaliptos).

Além das vacinas disponibilizas nas UBSs, Casas dos Idosos e “drive-tru”, cerca de 500 idosos acamados, com cadastro nas Unidades Básicas de Saúde, irão receber a vacina contra a influenza nas residências.

A campanha

A campanha nacional de vacinação contra a Influenza (gripe) começa na segunda (23) e prossegue até 22 de maio. A campanha é dividida por etapas justamente para que não haja aglomeração de pessoas nas unidades.

Na primeira etapa serão vacinadas pessoas com mais de 60 anos e trabalhadores da saúde. A segunda, com início em 16 de abril, abrangerá professores, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, além de profissionais das forças de segurança e salvamento.

Já na terceira e última fase, que começa em 9 de maio, o Dia D da mobilização, serão vacinadas as crianças que tenham de 6 meses a menos de 6 anos, gestantes, puérperas (45 dias após o parto), os povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos (novidade neste ano), indivíduos privados de liberdade, adolescentes e jovens sob medida socioeducacional.

Para os doentes crônicos, é imprescindível levar uma solicitação médica que especifique o problema de saúde, que deve estar entre as doenças elegíveis para tomar a vacina. Também pode ser apresentada a última receita médica com a prescrição de medicamentos de uso contínuo que comprove o problema de saúde.

O objetivo da campanha é minimizar a ocorrência da gripe, as internações e os óbitos gerados pelo vírus influenza em grupos vulneráveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here