Veja 5 livros recomendado por uma jornalista que as pessoas não devem deixar de ler

0
507
Dia Nacional do Livro-urbanova

Dia 29 de outubro é o Dia Nacional do Livro. Data que homenageia a fundação da Biblioteca Nacional do Brasil, em 1810, no Rio de Janeiro, quando a família real portuguesa transferiu a Biblioteca Real para a colônia.

Apesar da data comemorativa, o dia serve como um alerta para o número de leitores no Brasil. Dados levantados pela pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil” pelo Instituto Pró-Livro, mostra que 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro. Além disso, a pesquisa revelou que o número de leitores diminui com a idade mais avançada.

É neste retrato que a jornalista e empreendedora Marília Cardoso separou 5 livros que as pessoas não devem deixar de ler, envolvendo leituras sobre a humanidade, modernidade, inovação e outros temas.

Os cinco livros que mudaram minha vida

Por Marília Cardoso

Sou uma leitora voraz. Adoro ler, principalmente livros que me ensinem algo. Nada contra romances e aventuras, mas o que eu gosto mesmo é de terminar um livro cheia de novos insights para o meu trabalho e para a vida como um todo.

Nesse sentido, um livro que me marcou muito foi Sapiens, de Yuval Noah Harari, um historiador brilhante que conta a história da humanidade desde os tempos da pedra, mostrando a idiossincrasias do comportamento humano. Ao longo das páginas, somos constantemente surpreendidos por reflexões que fazem total sentido, mas que nunca paramos para pensar porque as coisas são como são.

Outro livro capaz de nos fazer pensar muito é Modernidade Líquida, de Zygmunt Bauman, um sociólogo polonês que define o mundo pós-modernidade como líquido. Segundo ele, hoje as coisas são tão rápidas e efêmeras, que não há tempo suficiente para se solidificar. Isso se estende também às relações, onde ao menor sinal de “defeito”, pessoas são descartadas tal qual como objetos defeituosos.

Na linha de psicologia, uma das minhas paixões, gostei muito de Mindset, de Carol Dweck. A psicóloga conclui que há dois tipos de pessoas: as de mindset fixo e as de mindset de crescimento. Quem tem um pensamento fixo, costuma ser rígido e dar pouco valor ao esforço. Já as pessoas com mentalidade voltada ao crescimento tendem a  transformar adversidades presentes em sucessos futuros, crescendo com as próprias superações.

Como trabalho com inovação, um livro obrigatório na minha estante é Organizações Exponenciais, de Salim Ismail. O autor desvenda os segredos das empresas de crescimento exponencial, demonstrando quais são os requisitos necessários para quem deseja escalar uma empresa. Além de uma leitura deliciosa e envolvente, muitos cases super interessantes são apresentados.

Para terminar, um dos meus gêneros favoritos: biografia. A que eu me apaixonei mais recentemente foi a de Elon Musk. O empresário obstinado a levar o homem para Marte dá uma série de lições sobre perseverança e foco, mostrando que é preciso muita dedicação e empenho para se chegar onde se deseja. Independentemente de gostar dele ou não, o livro compensa principalmente pelos aprendizados que ficam nas entrelinhas.

São tantos livros inspiradores que fica difícil escolher os cinco melhores. Termino essa reflexão morrendo de medo de estar sendo injusta com tantos outros que me ensinaram tanto. O bom é que haverá sempre uma ótima companhia na cabeceira da minha cama, me aguardando para horas e horas de grandes descobertas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here