Dicas para quem quer empreender sem gastar muito

0
839

Por Nany Martins (Awee 4 Life)

Quem já pensou em abrir um próprio negócio, dá um grito aê!  Todos nós temos uma chama de empreendedores dentro de nós, mas nem todos dão ouvidos a esta chama e acabamos por apaga-la. Por que? Dentre muitos os motivos o principal é a falta de grana. Pegar empréstimos no banco não é a tarefa mais simples e com a situação econômica atual você acaba deixando o figado ou pâncreas no banco, pegar empréstimos com família e amigos além de poder estragar a relação, sem contar que você vai naquele churrasco e tem a impressão que todo mundo esta te olhando, então isso deixou de ser uma possibilidade, né? E é nesse ponto que perdemos muitos aspirantes a empreendedores pelo caminho. A boa notícia é que se você seguir algumas regras básicas, iniciar um negócio com quase nenhum dinheiro é inteiramente possível. #partiuempreender.

Prepare-se para trabalhar muito

Quando sonhamos em empreender sempre dizemos ” não vejo a hora de ter meu negócio, fazer as coisas do meu jeito, vou enfim ser feliz”, o engraçado que você não imagina o quando vai ralar, você quem vai ter que trabalhar muitas horas por dia e muitas vezes no final de semana, então você deve estar preparado para dedicar tudo o que você tem para fazer de seu negócio um sucesso. Isso pode significar fazer muitas chamadas telefônicas, cuidar de atendimento ao cliente, lidar com faturamento e contabilidade, e todas as outras partes de trabalho de sua empresa.

O trabalho duro é uma necessidade absoluta, mas quando você está começando um negócio com pouco ou nenhum capital, Isso exigirá a maioria de seu tempo e energia se você está disposto fazê-lo. Não deixe que seu capital limitado o segure de seguir em frente com seu sonho de negócio. Sim, será difícil e até estressante, mas isso está na base do empreendedorismo e é parte do que o fará mais forte e trará um gosto ainda mais doce para o sucesso que virá com tempo, suor e dedicação.

Sua empresa passará a ser chamada de Filho, isso ai, filho. Assim como um filho, você vai cuidar, proteger, defender, passar nervoso, ter vontade de abandonar, más no final vai amar como nunca.

O seu negócio deve começar por coisas/competências que você tem de melhor. 

 Em vez de se aventurar por território desconhecido, certifique-se de construir seu negócio em torno de suas habilidades e conhecimentos. Quanto menos você tiver que depender de fontes externas, melhor. Quando o seu negócio é construído em torno de sua proficiência, você pode eliminar custos. Além disso, ter o conhecimento é, por vezes, o suficiente para mergulhar no empreendedorismo com sucesso.

Se você tem um conhecimento amplo em algo, ótimas competências, más ainda te falta aquela competência ou aquele conhecimento que faria toda a diferença, não hesite em procurar um mentor ou uma consultoria, aproveitando para fazer o “jabá” a Awee possui mentores um uma consultoria incrível de um jeito diferentão, por ser uma empresa social ela trabalhando a baixo custo para P&M Empresas. #fica_a_dica

Use os recursos ao seu alcance

 Trabalhe de casa ou de um café local, espaço de coworking ou biblioteca que ofereça acesso wifi, eu adoro trabalhar fora de casa, me faz arejar a mente e conviver com pessoas diferente, muitas delas até me inspiram para escrever. Tem um carro? Você poderia oferecer um serviço de entrega local. Tem uma cozinha? Você poderia começar a fazer bolos. Olhe ao seu redor e veja que recursos você tem disponível que poderá ajudá-lo a dar um gás em seu negócio.

Nada de trabalhar em segredo, sai para o mundo

Informe os seus familiares, amigos, contatos de negócios e antigos colegas de trabalhos sobre o seu novo negócio. Ligue, envie e-mails e faça o seu novo empreendimento conhecido em seus perfis sociais. Seus amigos e familiares podem ajudar a espalhar a palavra, e antigos colegas de trabalho podem introduzir sua marca para seus contatos profissionais também. Este tipo de marketing pode ajudar a apresentar sua empresa para um público muito maior.

Peça aos clientes para te anteciparem o pagamento

 Caso isso não seja possível, pelo menos metade na frente e o restante quando terminar o projeto, assim seus custos ficarão sempre cobertos. Afinal, você precisa de caixa.

Evite gastos desnecessários

Ao longo do caminho, você se deparará com alguns gastos inevitáveis. Mas você pode sempre evitar gastos excessivos. Ao invés R$1000 em 500 cartões de visita feitos com papel e cortes especiais, gaste R$200 em 500 cartões mais tradicionais. Você verá que é sempre possível encontrar uma opção mais em conta para o que precisa. Existem várias empresas que fazem cartão online, baratinho, vale apena da uma googlada.

Faça virtualmente todo o seu trabalho

 Quando começando o seu próprio negócio, você será o centro de sua empresa, você será o proprietário e provavelmente, no início, o único funcionário e terá que dar conta de muitas funções sozinho – de secretária a gerente, de contador a designer, tudo isso além de sua real habilidade. Mas hoje em dia você já pode contar com a ajuda em um amigo muito especial que não sai do seu lado. O seu Smartphone. Isso mesmo. Nosso amigo inseparável pode nos ajudar e muito! E o melhor, não cobra salário. Há inúmeros aplicativos criados para ajudar a vida de empresários que o deixarão respirar e focar em outras tarefas.

Aproveite ao máximo ferramentas para promover seu negócio. Ter uma presença online é extremamente importante e hoje pode ser criada gratuitamente.

Nany Martins é mentora Executiva da Awee4Life.

Awee é uma empresa diferentona, que criou um método único para desenvolver profissionalmente empreendedores. Focada em pequenas e médias empresas, a Awee possui baixo custo, seu foco está na redução de mortalidade infantil das empresas. Awee vem desenvolvendo jovens empreendedores, gerando empregos e reduzindo a pobreza.  

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here