Mudança no itinerário de ônibus no Urbanova divide opiniões

0
647
onibus-urbanova

Por Leonardo Augusto

A queixa sobre o transporte coletivo no bairro Urbanova foi tema da reportagem de capa da Revista Urbanova no mês de maio. Além da superlotação e poucos horários que atendiam o bairro, o problema era ainda maior na região do Paratehy e Alphaville.

No final do mês de julho a Secretaria de Mobilidade Urbana anunciou um aumento significativo nos horários de atendimento ao bairro e, ainda a criação de uma linha especial – a linha alimentadora. O novo itinerário começou a operar no dia 5 de agosto.

Agora, a linha 121 faz apenas o corredor da avenida Possidônio José de Freitas, nos dois sentidos. E a 128, a avenida Shishima Hifumi, retornando pela av. Ironman Victor Garrido, com atendimento à Univap (Universidade do Vale do Paraíba) em horários específicos. Quando isso ocorrer, a linha não passará pela Ironman Victor Garrido.

urbanovaAs duas linhas, 121 e 128, se encontram em um ponto de integração na Praça Nicolau Diacov (rotatória da padaria Elite) onde recebem os usuários da linha alimentadora 160, que foi implantada com o objetivo de atender a região do Alphaville, Loteamento Santa Isabel, Reserva do Paratehy e o Parque Ribeirão Vermelho. A linha faz os dois sentidos do percurso, em um trajeto que começa na rotatória de entrada para o Alphaville até o ponto final.

A Avenida Ironman Victor Garrido que não era rota de ônibus, passou a fazer parte do itinerário. Para que isso fosse possível foi feita a liberação da via, no trecho onde houve a queda do muro há 4 anos. A contenção foi recuada para a calçada, que permanece interditada até que o caso seja solucionado na justiça.

A equipe de jornalismo da Revisa Urbanova esteve no ponto onde ocorre às integrações das linhas 121, 128 e 160, ouvindo os usuários a respeito da mudança durante a primeira semana.

Apesar da divulgação da modificação do itinerário, os passageiros estavam confusos sobre a linha que deveriam utilizar e por onde os ônibus passariam. Célia Regina que trabalha no Paratehy comentou que na ida ela teve dificuldades na integração, o que gerou um grande atraso, tendo que descer na praça e esperar a linha 160. Na volta, estava a 25 minutos esperando o próximo ônibus na integração para ir ao centro. “Estou pegando três ônibus, não está compensando vir para cá”, desabafou.

Evanildo, que trabalha no residencial Reserva do Paratehy, contou que na ida foi bem atendido pela linha 160, porém na saída do serviço, os ônibus dessa linha não circulam mais depois das 20h, tendo que voltar a pé às 22h30, para o ponto de integração junto a outros trabalhadores dos condomínios da região. Jucineia que trabalha no Jaguary reclamou do pouco atendimento entre as 10h às 14h, e contou que precisou usar serviço de aplicativo de carro em um dia para não chegar muito tarde ao serviço.

urbanovaA linha 160 é a nova linha que circula apenas na região do Paratehy e Alphaville, mas ainda sim, gerou insatisfação por alguns usuários pelo tempo de integração. Ainda sob sol forte da tarde, Mônica Nunes, falou da falta de sombra e árvores nos pontos, imaginando a situação no verão.

O morador Dinis Pereira comentou que achou perigosa a passagem de ônibus 128 em frente ao retorno do supermercado Máximo, pelos inúmeros acidentes no trecho, sugerindo uma rotatória no final da Av. Papa João Paulo II antes do acesso a Av. Shishima Hifumi.

A moradora Paulina que utiliza a linha 121 contou que agora precisa andar mais na chegada ao bairro. Ela desembarca no ponto de integração e segue caminhando até o condomínio. “Para gente que mora aqui ficou complicado. Tem que aumentar a linha e trajeto mesmo”.

Os estudantes da Univap utilizam a linha 128, Nacarô e Elias comentaram que na ida a mudança dos horários foi basicamente de 5 minutos, não comprometendo a rotina. Nacarô comentou que “o estágio começa às 14h e os ônibus passam pela portaria principal, o que ajudou muito. Porém, na volta, antes o ônibus passava por volta das 22h50, hoje, passa 22h40, sendo que as aulas acabam 22h40. Ficou corrido. Se eu perder esse ônibus o próximo sai só 23h50, sem condições. Relatei o caso no 156 também”. O mesmo relatou o estudante Elias, afirmando que o horário ainda é um problema.

A Univap possui prédios afastados e conta com um ônibus interno que circula pela universidade. O horário de saída causou insatisfação dos usuários que precisam sair da última aula em blocos longes e chegar à portaria principal no horário, sendo inviável pela segurança e tempo esperar o próximo ônibus as 23h50.

No dia 14 de agosto alguns manifestantes se mobilizaram em frente à Univap contra a retirada da linha 121 na Av. Shishima Hifumi, sendo que antes era possível vir à região pela via Anchieta, e protestando também a superlotação da linha 128.

Urbanova

O mesmo problema da superlotação foi relatado pelos usuários da linha. No período da manhã, os ônibus lotam principalmente no ponto do Colinas, onde inúmeros trabalhadores do Paratehy e Alphaville tentam seguir caminho. “Às 19h os ônibus também retornam muito cheio”, comentou Rodrigo, que trabalha no Ed. Varandas do Paraíba.

O vereador Rogério Cyborg comentou que a mudança melhorou para a região do Paratehy e Alphaville, mas que a Secretaria de Mobilidade precisa avaliar melhor pelos questionamentos em função das linhas 121 e 128, já que pelo cartão do ônibus consegue-se calcular quantas pessoas utilizam o transporte e em quais horários. “Fazer adequações pertinentes nos períodos do dia, principalmente na Av. Shishima Hifumi, onde tem mais comércio e também pelos estudantes da escola Marilda Ferreira e a Univap”.

Em nota, a Secretaria de Mobilidade informou que a mudança está sujeita a ajustes para melhorar o serviço à população. “Além de uma reorganização das linhas, que permitiu a entrada e saída mais rápidas do bairro, foi implantada uma nova linha de ônibus, melhorando os deslocamentos. A Prefeitura orienta aos usuários que tiverem alguma sugestão, elogio ou reclamação, que os faça pela Central 156 que até o momento, recebeu 43 protocolos a respeito da mudança. Vale ressaltar que as três linhas, 121, 128 e 160, transportam juntas 7 mil passageiros por dia”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here