Saiba mais sobre a Coneleste

0
115

Publieditorial

Referência no segmento da Segurança Patrimonial e Serviços do Vale do Paraíba, o Grupo Coneleste tem como mérito o fato de ter mais de 40% de seus contratos há mais de uma década. O segredo? A excelência no serviço prestado junto aos clientes,aliada a uma gestão moderna e aos investimentos na capacitação dos colaboradores.

Fundada em 1997 e tendo como sócios Ederson Faria e José Eduardo, o grupo Coneleste tem no portfólio grandes clientes da região do Vale do Paraíba.

Responsabilidade técnica.

O Grupo Coneleste faz parte de um seleto grupo de empresas que possui o CRS (Certificado de Regularidade em Segurança), documento concedido às empresas em situação de regularidade plena junto aos organismos federais, estaduais e municipais, assim como junto ao Ministério da Justiça, Ministério do Trabalho e Departamento de Polícia Federal.

O CRS já é uma exigência de algumas empresas em alguns processos de compra, por conta da seriedade com que é tratado o processo de certificação por uma certificadora independente, como a BRTUV. “O respeito é o nosso lema”, afirmou Faria, diretor operacional.

“Quando o cliente me chama para apresentar o grupo, no final da apresentação o aconselho a conversar com nossos colaboradores nos locais onde prestamos serviços. Então, ele escolhe a empresa ou o condomínio e conversa com os colaboradores para obter respostas assertivas sobre quatro perguntas direcionadas, sendo elas: você gosta de trabalhar na Coneleste? Recebe seu pagamento e benefícios em dia? Recebe apoio operacional da supervisão da empresa? Recebe treinamento constante ou orientações sobre procedimentos relacionados ao seu trabalho?”, afirmou José Eduardo, diretor comercial.

Segundo o empresário, aquilo que para algumas empresas pode ser um risco para o fechamento do contrato, para a Coneleste é um item importante que irá auxiliar o gestor na sua decisão. “Não temos força de vendas. Mais de 50% de nossos pedidos de propostas chegam através de indicações de nossos clientes. O restante está dividido entre mídias eletrônicas e visitantes que, ao irem a prédios onde atuamos,são muito bem atendidos e acabam indicando a Coneleste para o síndico do seu prédio”, disse José Eduardo, diretor comercial.

“Não temos nenhum vendedor batendo à porta de futuros clientes. Quando somos chamados por um cliente, já temos 50% de certeza que iremos assinar o contrato, sendo que os outros 50% dependem dos valores e aprovação dos gestores”, continuou ele. “Não tem segredo. Basta trabalhar corretamente, tratar bem seus colaboradores e seus clientes, pois o mercado está assistindo o que pode ser bom também para ele”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here